jul.09
06

30 coisas que todos odeiam na internet

comentários 0 ns.buzz

Post COPIADO na integra do Quem matou a Tangerina, um excelente blog por sinal. Não concordo 100% com a lista, mas ela é bem lúcida:

1. Sites e blogs que tocam música
De repente a Beyoncé começa a berrar no meio do escritório. E ainda escondem a opção de interromper aquela merda. Isso era legal em 1997. Ou melhor, nunca foi legal.

2. Links quebrados
Você acha o game mais badalado do momento para download. Ele está divido em 30 arquivos, full, com crack e tudo. Um arquivo, só um, está indisponível. FU.

3. Tempo de download no Rapidhsare
Esperar não sei quanto segundos para fazer outro download no Rapidshare ou no Megaupload motivou muito a matar por uma conta pro.

4. Windows Live Hoje ao conectar o MSN
Sinto pena de quem não consegue desabilitar essa função.

5. Comentários bizarros em blogs
Ontem mesmo um ex-filho do jb comentou sobre um post que se chamava: “Como baixar vídeo do Youtube”. Um pára-quedista comentou “como eu faço para baixar vídeos no Youtube?”. E olha que as vezes surge coisa pior.

6. Falta de assunto no MSN
– Oi!
– Oi, beleza?
– Beleza! E você?
– Tranquilo.
(…)
10 minutos depois:
– Novidades?
– Nada, tudo na mesma. E por aí?
– Na boa.
(…)
3 horas depois:
– Vou nessa. Abraço!
– Falou! Some não.

7. Pessoas que usam emoticon de MSN para tudo
Você precisa codificar a frase em alguns momentos. No meio de uma palavra surgem fotos da Britney Spear fazendo careta, bonequinhas com as mãos para cima e personagem do Fábrica de Quadrinhos. Como se não bastasse, finaliza com uma exclamação brilhosa em 47 cores diferentes.

8. Falar que o site encerrou as atividades no dia 1 de abril
Outra moda que, felizmente, morreu no século passado. Mas ainda tem gente que acha divertido.

9. Pessoas pedindo “Please RT”
Quando fazem isso, pode ter certeza, é porque o link ou a mensagem é ruim o suficiente para não repercutir.

10. Pop-up
Irritando desde 1996.

11. Comunidades de times de futebol
Todo mundo vira comentarista e entendedor de futebol. É incrível. Grandes discussões são feitas a partir de tópicos como “Como está subnick no MSN” ou “Chute o público do quarto jogo do campeonato estadual de 2017”. E ainda tem a frescura com os padrões no título dos tópicos…

12. Tudo é viral ou fake
Qualquer, eu disse qualquer vídeo pode ser um viral ou uma montagem. O Internauta não tem limites. De Jeremias José ao vídeo da Cicarelli, nada é por acaso, há algo maior por trás. Inclusive esse post.

13. Blogueiro não pode ganhar dinheiro
Sinto falta do bloguismo moleque. Mas leitor reclamar de post patrocinado é um exagero. Não gostou, não volta. Simples.

14. “Atualiza essa porra!”
Leitor odeia blog parado. Inclusive eu. Criticar, falar que o blog já teve mais atualizações tudo bem. Mas exigir e se irritar com a falta de atualizações, porra, qualé? Desliga o computador e vai ver televisão.

15. Reclamações no Twitter
Celular, Internet, programa de televisão, layout, time… O Twitter virou o lugar para as pessoas reclamarem. Todo mundo fala mal de alguma coisa, repare na sua página. Sinto saudade da época em que as pessoas postavam coisas como “to indo ao trabalho”, “vou fritar um ovo” ou “vou dormir. Boa noite”.

E eu, ironicamente, reclamava.

16. As pessoas bravas com a popularização do Twitter
É ciúmes. Conheço gente que gosta de uma música e fica muito brava quando ela faz sucesso. Na Internet é a mesma coisa. Que egoísmo.

17. E-mail com vírus
Eu respeito um cara que me faz pensar antes de abrir um arquivo. Portanto, caro amigo hacker, seja mais criativo. “Olha as nossas fotos que achei” ou “cara, não sei como falar. Mas flagrei sua namorada com outro cara… veja as fotos” não funciona mais.

18. Os MacChatos
Usuário de Mac é pior que evangélico. Jamais arrisque criticar um produto Apple no Twitter ou no seu blog. Você será ridicularizado, xingado e talvez até agredido por um fã do Steve Jobs.

19. Os imortais *.PPT
Não existe e-mail que nunca tenha recebido uma apresentação em Power Point. Normalmente são mensagens religiosas e/ou motivacionais que finalizam com frases do Chico Xavier e Mario Quintana. Quando é recheado de “imagens engraçadas” a fonte preferencial é Comic Sans. É de doer o côco esquerdo.

20. Ampliar foto com defeito
Você clica com a esperança de ver a foto em melhor qualidade. O que aparece? A mesma foto estourada.

21. Blogueiros moralistas
Eles ditam a ética na Internet. Mas normalmente são uns fracassados na vida pessoal. Vem deles as criticas à popularização do Twitter ou a invasão de celebridades nas redes sociais. Odeiam tudo e todos. Jamais admitem perder uma discussão. Quando sabem que estão errados apelam: “Poxa, o pessoal não conhece ironia, eu tava brincando só. Seu burros todos”.

22. Blogs de tirinha
Gosto muito. Mas surgem uns 4 por semana. E já começou a encher o saco. E outra: não é porque você publica suas tirinhas no Blogspot que você tem um blog. Ou é?

23. Inclusão burra digital
Todo mundo tem um colega de trabalho que já fez isso. Ele chega inspirado, sorriso no rosto e, normalmente, utiliza as palavras “você não vai acreditar” e é “muito engraçado”. Ele reúne toda a firma e mostra o vídeo. O que era? Uma nutricionista gaguejando na televisão em 2005.

24. Sites que não suportam Firefox
É imperdoável que um site fique desconfigurado no Firefox. Ninguém merece ter abrir o jurássico IE só para acessá-lo.

25. A guerra por seguidores no Twitter
Após o primeiro Twitter patrocinado iniciou-se uma corrida pelo ouro no microblogging. Seja com o auxilio do famigerado script ou dando prêmios, ser o mais seguido do Brasil virou questão de status.

26. @mionzera e @ticostacruz
Uma vez alguém disse: “Marcos Mion é um cara engraçado e original. Pena que a originalidade dele não seja engraçada assim”. Ou coisa parecida. No Twitter o Mion surge como um @aplusk piorado.

Já o Tico Santa Cruz, ao contrário de Mion, é uma revelação. Quem achava que ele não podia fazer nada pior do que cantar enganou-se. Veja in loco.

27. Movimentos de sofá
“Amanhã saia de casa vestido uma camiseta preta para protestar a morte do fulano”; “Deixe uma flor no MSN em homenagem as vítimas do vôo tal”; “Vamos colocar a tag #aumentasaláriomínimo no Trending Topics”. O dia que isso resolver qualquer coisa eu juro que publico fotos do Ivo comendo kibe.

28. Panelinhas
Quem já foi à um Blogcamp ou coisa parecida sabe. As panelinhas existem e não tem que as derrube. São tipo grupinhos que se formam na oitava série. Mas com menos experiência sexual.

29. Tenso
O primeiro foi massa. Era uma foto do Caio Novaes e tal. Depois, ficou engraçadinho, variações. Mas deu. Exatamente como as placas motivacionais. A galera suga tanto que uma hora satura.

30. Risadas
Tudo começou com o “hahaha”. Simples, comum e correto. O “kkkkkkk” no começo foi difícil de agüentar, mas já aceitamos. Agora, “jsahjkdhsjakdhjksahdjksdkhkahkdhsa” não. Desde quando abater com a piroca no teclado é rir?

Agora que você leu tudo, que tal dar uma visitada no blog do autor? Quem Matou a Tangerina?

ns.buzz
0
Atenção! Os comentários do blog são via Facebook, se quiser gritar algo, esteja logado! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e agora a porra ficou séria: comentários racistas, homofóbicos e filhos da puta sem costume em geral poderão ser denunciados por outros usuáros e você perderá sua conta ou será caçado por aborígines comedores de ânus (sim, qualquer uma das opções pode acontecer).
jul.09
06

30 coisas que todos odeiam na internet

comentários 0 ns.buzz

Post COPIADO na integra do Quem matou a Tangerina, um excelente blog por sinal. Não concordo 100% com a lista, mas ela é bem lúcida:

1. Sites e blogs que tocam música
De repente a Beyoncé começa a berrar no meio do escritório. E ainda escondem a opção de interromper aquela merda. Isso era legal em 1997. Ou melhor, nunca foi legal.

2. Links quebrados
Você acha o game mais badalado do momento para download. Ele está divido em 30 arquivos, full, com crack e tudo. Um arquivo, só um, está indisponível. FU.

3. Tempo de download no Rapidhsare
Esperar não sei quanto segundos para fazer outro download no Rapidshare ou no Megaupload motivou muito a matar por uma conta pro.

4. Windows Live Hoje ao conectar o MSN
Sinto pena de quem não consegue desabilitar essa função.

5. Comentários bizarros em blogs
Ontem mesmo um ex-filho do jb comentou sobre um post que se chamava: “Como baixar vídeo do Youtube”. Um pára-quedista comentou “como eu faço para baixar vídeos no Youtube?”. E olha que as vezes surge coisa pior.

6. Falta de assunto no MSN
– Oi!
– Oi, beleza?
– Beleza! E você?
– Tranquilo.
(…)
10 minutos depois:
– Novidades?
– Nada, tudo na mesma. E por aí?
– Na boa.
(…)
3 horas depois:
– Vou nessa. Abraço!
– Falou! Some não.

7. Pessoas que usam emoticon de MSN para tudo
Você precisa codificar a frase em alguns momentos. No meio de uma palavra surgem fotos da Britney Spear fazendo careta, bonequinhas com as mãos para cima e personagem do Fábrica de Quadrinhos. Como se não bastasse, finaliza com uma exclamação brilhosa em 47 cores diferentes.

8. Falar que o site encerrou as atividades no dia 1 de abril
Outra moda que, felizmente, morreu no século passado. Mas ainda tem gente que acha divertido.

9. Pessoas pedindo “Please RT”
Quando fazem isso, pode ter certeza, é porque o link ou a mensagem é ruim o suficiente para não repercutir.

10. Pop-up
Irritando desde 1996.

11. Comunidades de times de futebol
Todo mundo vira comentarista e entendedor de futebol. É incrível. Grandes discussões são feitas a partir de tópicos como “Como está subnick no MSN” ou “Chute o público do quarto jogo do campeonato estadual de 2017”. E ainda tem a frescura com os padrões no título dos tópicos…

12. Tudo é viral ou fake
Qualquer, eu disse qualquer vídeo pode ser um viral ou uma montagem. O Internauta não tem limites. De Jeremias José ao vídeo da Cicarelli, nada é por acaso, há algo maior por trás. Inclusive esse post.

13. Blogueiro não pode ganhar dinheiro
Sinto falta do bloguismo moleque. Mas leitor reclamar de post patrocinado é um exagero. Não gostou, não volta. Simples.

14. “Atualiza essa porra!”
Leitor odeia blog parado. Inclusive eu. Criticar, falar que o blog já teve mais atualizações tudo bem. Mas exigir e se irritar com a falta de atualizações, porra, qualé? Desliga o computador e vai ver televisão.

15. Reclamações no Twitter
Celular, Internet, programa de televisão, layout, time… O Twitter virou o lugar para as pessoas reclamarem. Todo mundo fala mal de alguma coisa, repare na sua página. Sinto saudade da época em que as pessoas postavam coisas como “to indo ao trabalho”, “vou fritar um ovo” ou “vou dormir. Boa noite”.

E eu, ironicamente, reclamava.

16. As pessoas bravas com a popularização do Twitter
É ciúmes. Conheço gente que gosta de uma música e fica muito brava quando ela faz sucesso. Na Internet é a mesma coisa. Que egoísmo.

17. E-mail com vírus
Eu respeito um cara que me faz pensar antes de abrir um arquivo. Portanto, caro amigo hacker, seja mais criativo. “Olha as nossas fotos que achei” ou “cara, não sei como falar. Mas flagrei sua namorada com outro cara… veja as fotos” não funciona mais.

18. Os MacChatos
Usuário de Mac é pior que evangélico. Jamais arrisque criticar um produto Apple no Twitter ou no seu blog. Você será ridicularizado, xingado e talvez até agredido por um fã do Steve Jobs.

19. Os imortais *.PPT
Não existe e-mail que nunca tenha recebido uma apresentação em Power Point. Normalmente são mensagens religiosas e/ou motivacionais que finalizam com frases do Chico Xavier e Mario Quintana. Quando é recheado de “imagens engraçadas” a fonte preferencial é Comic Sans. É de doer o côco esquerdo.

20. Ampliar foto com defeito
Você clica com a esperança de ver a foto em melhor qualidade. O que aparece? A mesma foto estourada.

21. Blogueiros moralistas
Eles ditam a ética na Internet. Mas normalmente são uns fracassados na vida pessoal. Vem deles as criticas à popularização do Twitter ou a invasão de celebridades nas redes sociais. Odeiam tudo e todos. Jamais admitem perder uma discussão. Quando sabem que estão errados apelam: “Poxa, o pessoal não conhece ironia, eu tava brincando só. Seu burros todos”.

22. Blogs de tirinha
Gosto muito. Mas surgem uns 4 por semana. E já começou a encher o saco. E outra: não é porque você publica suas tirinhas no Blogspot que você tem um blog. Ou é?

23. Inclusão burra digital
Todo mundo tem um colega de trabalho que já fez isso. Ele chega inspirado, sorriso no rosto e, normalmente, utiliza as palavras “você não vai acreditar” e é “muito engraçado”. Ele reúne toda a firma e mostra o vídeo. O que era? Uma nutricionista gaguejando na televisão em 2005.

24. Sites que não suportam Firefox
É imperdoável que um site fique desconfigurado no Firefox. Ninguém merece ter abrir o jurássico IE só para acessá-lo.

25. A guerra por seguidores no Twitter
Após o primeiro Twitter patrocinado iniciou-se uma corrida pelo ouro no microblogging. Seja com o auxilio do famigerado script ou dando prêmios, ser o mais seguido do Brasil virou questão de status.

26. @mionzera e @ticostacruz
Uma vez alguém disse: “Marcos Mion é um cara engraçado e original. Pena que a originalidade dele não seja engraçada assim”. Ou coisa parecida. No Twitter o Mion surge como um @aplusk piorado.

Já o Tico Santa Cruz, ao contrário de Mion, é uma revelação. Quem achava que ele não podia fazer nada pior do que cantar enganou-se. Veja in loco.

27. Movimentos de sofá
“Amanhã saia de casa vestido uma camiseta preta para protestar a morte do fulano”; “Deixe uma flor no MSN em homenagem as vítimas do vôo tal”; “Vamos colocar a tag #aumentasaláriomínimo no Trending Topics”. O dia que isso resolver qualquer coisa eu juro que publico fotos do Ivo comendo kibe.

28. Panelinhas
Quem já foi à um Blogcamp ou coisa parecida sabe. As panelinhas existem e não tem que as derrube. São tipo grupinhos que se formam na oitava série. Mas com menos experiência sexual.

29. Tenso
O primeiro foi massa. Era uma foto do Caio Novaes e tal. Depois, ficou engraçadinho, variações. Mas deu. Exatamente como as placas motivacionais. A galera suga tanto que uma hora satura.

30. Risadas
Tudo começou com o “hahaha”. Simples, comum e correto. O “kkkkkkk” no começo foi difícil de agüentar, mas já aceitamos. Agora, “jsahjkdhsjakdhjksahdjksdkhkahkdhsa” não. Desde quando abater com a piroca no teclado é rir?

Agora que você leu tudo, que tal dar uma visitada no blog do autor? Quem Matou a Tangerina?

ns.buzz
0
  • 12 hqs brasileiras que deixam a Marvel e a DC no chinelo
  • O dia que a Sônia Abrão foi vítima do próprio sensacionalismo
  • Links da Semana + Não Ouvo #325
  • A prova que The Beatles fica ainda melhor com É o Tchan!
  • O cachorrinho que odeia carinho de maconheiro
  • 25 famosos que ficariam melhores de barba
Atenção! Os comentários do blog são via Facebook, se quiser gritar algo, esteja logado! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e agora a porra ficou séria: comentários racistas, homofóbicos e filhos da puta sem costume em geral poderão ser denunciados por outros usuáros e você perderá sua conta ou será caçado por aborígines comedores de ânus (sim, qualquer uma das opções pode acontecer).