Set.12
10

Meu, tu não sabe o que aconteceu…

0 comentários0 ns.buzz

Os caras do Charlie Brown……não … não.. foi só o Chorão mesmo que deu uma de Skatista Indelicado® e deu um esporro no Champignon, ao vivo, durante um show em Apucarana, Paraná (o estado para raio). Eis o momento barraco:

CALMA CHORÃO! CALMA CARA!
Eu sou de Santos, Chorão, e o que eu vejo na TV sobre os jovens não é sério, então posso falar com propriedade: Calma cara, calma, esta tudo bem agora.

O virgula fez a legenda:
“Eu te aceitei de volta depois de tudo que tu fez, tá ligado? Você não tem nem coragem de falar a verdade (sic)”, acusa Chorão, para espanto do público, enquanto Champignon permanece estático.

“Marcão, chega aí. Eu roubei alguém nessa p**ra dessa banda?”, pergunta Chorão. “Não!”, responde o guitarrista. A partir daí, Chorão passa quase cinco minutos acusando Champignon sem interrupções.

“Eu não aguento mais. Sabe porque eu tirei o microfone dele? Porque é o seguinte: ele vai falar mentira, tá ligado? O cara toca pra c**alho. Mas enganou vocês. Roubei o c**alho, eu trabalhei muito por esse bagulho. E no final da parada fui acusado de ladrão”, desabafou.

Sarcástico, Chorão ironizou a participação de Champignon na banda Nove Mil Anjos, projeto formado após sua saída do Charlie Brown Jr., e que incluia Junior Lima na bateria.

“Não desejo mal nenhum pra ele, mas é assim. Ele é um anjo, do Nove Mil Anjos. Champignon, você é o cara mais honesto do Brasil. Você tinha que ter mantido a humildade e ter falado a verdade pra galera, tá ligado? Você continua o mesmo. Você se f**eu e não aprendeu nada. Você voltou por causa de dinheiro, você não voltou porque você queria tocar no Charlie Brown Jr. Muito obrigado, depois de ter enganado a galera e a mim também”.

“Eu fui muito injustiçado. Meu filho apanhou na escola por causa dessa p**ra, passaram na porta da minha casa me xingando, mas aí – não corri”, disse. Ele se f**eu, tentou duas vezes, e quando tudo acabou foi bater na minha porta. Eu aceitei o cara. Gostava dele pra caralho. Mas infelizmente o cara não admite que fez uma pá de merda, porque ele não quer que vocês achem que ele tem defeito. Não acredito, não acredito. Vai com Deus. Pensei que as coisas tinham mudado. Eu tô por aqui. Um papelão. Deus te abençoe, viu moleque?”

Fiquei triste…nós de SAN-TOSCharcharahcahrarharliebrooownnn temos que ser unidos e amar os animais. Tá ligado, eu sou o bicho.

ns.buzz
0
Atenção! Os comentários do blog são via Facebook, se quiser gritar algo, esteja logado! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e agora a porra ficou séria: comentários racistas, homofóbicos e filhos da puta sem costume em geral poderão ser denunciados por outros usuáros e você perderá sua conta ou será caçado por aborígines comedores de ânus (sim, qualquer uma das opções pode acontecer).
Set.12
10

Meu, tu não sabe o que aconteceu…

0 comentários0 ns.buzz

Os caras do Charlie Brown……não … não.. foi só o Chorão mesmo que deu uma de Skatista Indelicado® e deu um esporro no Champignon, ao vivo, durante um show em Apucarana, Paraná (o estado para raio). Eis o momento barraco:

CALMA CHORÃO! CALMA CARA!
Eu sou de Santos, Chorão, e o que eu vejo na TV sobre os jovens não é sério, então posso falar com propriedade: Calma cara, calma, esta tudo bem agora.

O virgula fez a legenda:
“Eu te aceitei de volta depois de tudo que tu fez, tá ligado? Você não tem nem coragem de falar a verdade (sic)”, acusa Chorão, para espanto do público, enquanto Champignon permanece estático.

“Marcão, chega aí. Eu roubei alguém nessa p**ra dessa banda?”, pergunta Chorão. “Não!”, responde o guitarrista. A partir daí, Chorão passa quase cinco minutos acusando Champignon sem interrupções.

“Eu não aguento mais. Sabe porque eu tirei o microfone dele? Porque é o seguinte: ele vai falar mentira, tá ligado? O cara toca pra c**alho. Mas enganou vocês. Roubei o c**alho, eu trabalhei muito por esse bagulho. E no final da parada fui acusado de ladrão”, desabafou.

Sarcástico, Chorão ironizou a participação de Champignon na banda Nove Mil Anjos, projeto formado após sua saída do Charlie Brown Jr., e que incluia Junior Lima na bateria.

“Não desejo mal nenhum pra ele, mas é assim. Ele é um anjo, do Nove Mil Anjos. Champignon, você é o cara mais honesto do Brasil. Você tinha que ter mantido a humildade e ter falado a verdade pra galera, tá ligado? Você continua o mesmo. Você se f**eu e não aprendeu nada. Você voltou por causa de dinheiro, você não voltou porque você queria tocar no Charlie Brown Jr. Muito obrigado, depois de ter enganado a galera e a mim também”.

“Eu fui muito injustiçado. Meu filho apanhou na escola por causa dessa p**ra, passaram na porta da minha casa me xingando, mas aí – não corri”, disse. Ele se f**eu, tentou duas vezes, e quando tudo acabou foi bater na minha porta. Eu aceitei o cara. Gostava dele pra caralho. Mas infelizmente o cara não admite que fez uma pá de merda, porque ele não quer que vocês achem que ele tem defeito. Não acredito, não acredito. Vai com Deus. Pensei que as coisas tinham mudado. Eu tô por aqui. Um papelão. Deus te abençoe, viu moleque?”

Fiquei triste…nós de SAN-TOSCharcharahcahrarharliebrooownnn temos que ser unidos e amar os animais. Tá ligado, eu sou o bicho.

ns.buzz
0
  • Meu cachorro não me deixa sentar gostoso
  • O dia que Saturnino aprendeu que carro não sabe nadar
  • Polícia realiza milagre e mudo volta a falar
  • Pastor Zap Zap faz a Oração do Celular
  • Aproveitando o calor do Rio de Janeiro para fritar ovo
  • O Pastel do Augusto perdeu o funcionário do mês
Atenção! Os comentários do blog são via Facebook, se quiser gritar algo, esteja logado! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e agora a porra ficou séria: comentários racistas, homofóbicos e filhos da puta sem costume em geral poderão ser denunciados por outros usuáros e você perderá sua conta ou será caçado por aborígines comedores de ânus (sim, qualquer uma das opções pode acontecer).
;